Quinta-Feira, 21 de Novembro de 2019
Twitter Notícias na Web
Blog Notícias na Web

Procon-SP notifica Peugeot por usar palavra recall em anúncio publicitário

12/06/2019 - Automóveis

 O Procon-SP notificou a Peugeot a prestar esclarecimentos a respeito da campanha publicitária "Peugeot Total Care", na qual a montadora estabelece uma série de compromissos com o consumidor relacionados aos serviços da sua rede de concessionárias.

O órgão de defesa do consumidor, vinculado ao governo paulista, questiona especificamente a frase "Comunicado de Recall Peugeot" que abre a peça publicitária e literalmente "convoca todos os brasileiros a trocarem a sua percepção da marca". O material está disponível em texto e vídeo no site comercial da  empresa.

Para o Procon-SP, o problema está relacionado ao uso da palavra inglesa "recall", que no Brasil é associada a convocações para reparo, substituição ou recolhimento de produtos, inclusive automóveis, por trazerem risco à saúde e à segurança dos clientes -- previstas no Código de Defesa do Consumidor.

Em países de língua inglesa, a expressão é usada nesse contexto, mas também pode significar "lembrar", "fazer pensar" ou "rememorar".

No caso da propaganda, a Peugeot convida os consumidores a conhecerem as alegadas melhorias no serviço de pós-venda da marca, que já foram muito criticados -- essa melhoria é uma das bandeiras da gestão de Ana T. Borsari

-geral de PSA, Peugeot, Citroën e DS no Brasil, destacada anteriormente em entrevista a UOL Carros.

Na campanha Peugeot Total Care, a fabricante firma 11 compromissos com seus clientes -- dentre eles, prevê que o consumidor não precisa pagar pelo serviço se estiver insatisfeito. A fabricante chegou a enviar uma resposta ao Procon-SP, que não ficou satisfeito e diz que "conduzirá uma apuração mais aprofundada e adotará medidas e sanções com base no Código de Defesa do Consumidor".

"Com relação ao fato de a publicidade iniciar dizendo tratar-se de "comunicado de recall Peugeot", a empresa informa que tomou cuidados para que o consumidor não fizesse confusão. Para o Procon, se o intuito era evitar confusão, a Peugeot não deveria utilizar o formato e a expressão "recall" - que envolve risco à saúde e segurança, é determinada por lei e tem por objetivo básico proteger e preservar a vida, saúde, integridade e segurança do consumidor, bem como evitar prejuízos materiais e morais", diz nota.

O órgão acrescenta que "de forma alguma, opõe-se à inovação e arrojo por parte da empresa, desde que estejam de acordo com as determinações do Código de Defesa do Consumidor".

Peugeot não vai mudar campanha

Procurada pela reportagem, a Peugeot informa que até o momento não recebeu qualquer tipo de multa ou sanção e que não fará alteração na campanha publicitária. confira a íntegra da nota enviada a UOL Carros.

"Esclarecemos que a fundação [o Procon-SP) enviou correspondência acerca da campanha com alguns questionamentos, mais precisamente sobre o termo "Recall" utilizado em nossa última publicidade, em que convidamos os consumidores a mudarem de opinião com relação à marca. Todas as perguntas foram prontamente respondidas com uma série de elementos que demonstraram a satisfação dos clientes e os trabalhos conduzidos pela Peugeot para atingir os mais altos níveis de qualidade.

É importante frisar que a Peugeot respeita os consumidores, tanto que os compromissos da campanha continuam firmes e vigentes dentro do programa Total Care, bem como atende todos os princípios da legislação consumerista. Continuamos à disposição para quaisquer dúvidas.

Agradecemos sua consideração e nos colocamos à disposição."

 

Fonte: Bol
Notícias na web © 2019
Melhor visualizado na resolução 1024 X 768
Desenvolvido por:
Doway - Soluções Dinâmicas Web