Segunda-Feira, 25 de Setembro de 2017
Twitter Notícias na Web
Blog Notícias na Web

Furacão Irma é o mais poderoso já registrado no Atlântico

06/09/2017 - Artigos
Turistas receberam ordens de evacuação na Flórida e no Caribe

 O furacão Irma é o maior já registrado na história do Oceano Atlântico, de acordo com o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos. Elevada para categoria 5, a máxima da escala, a tempestade tem ventos de 297 quilômetros por hora ao se aproximar das Antilhas, no nordeste do Caribe.

Para especialistas, a força do Irma é resultado da incomum subida de temperatura de parte do Atlântico. De acordo com o meteorologista Jared McWilliams, da companhia americana World Weather, o Irma tem potencial de causar sérios danos em Cuba, na Flórida e nas Bahamas. “É necessário observar de perto a situação”, afirmou.

A trajetória de Irma ainda é incerta, mas, segundo várias projeções, passará pelo Haiti, pela República Dominicana e por Cuba, e deve chegar ao estado americano da Flórida no sábado. as e advertências de furacão estavam em vigor em partes das Ilhas de Sotavento, nas Ilhas Virgens Britânicas e Americanas.

A Flórida e o território americano de Porto Rico declararam estado de emergência. As autoridades porto-riquenhas ativaram a Guarda Nacional e prepararam 456 abrigos de emergência para acolher até 62.100 pessoas.

Evacuação

Autoridades de Key West, na Flórida, e das ilhas turísticas de São Bartolomeu e São Martinho emitiram ordens de evacuação nesta terça-feira. A previsão é que os destinos populares de férias serão especialmente atingidos. O ministro da Defesa holandês disse que soldados chegaram na parte holandesa de São Martinho na segunda-feira e dois navios, incluindo um equipado com um helicóptero, estavam preparados para ajudar.

Os turistas em Key West devem começar a sair da ilha ao nascer do sol de quarta-feira, e uma ordem para os residentes em breve será emitida. “Estamos enfaticamente dizendo às pessoas que elas devem abandonar o local, não podem se dar ao luxo de permanecer em uma ilha com um furacão de categoria 5 vindo em sua direção”, disse o diretor do centro de operações de emergência do condado de Monroe, Martin Senterfitt.

Na ilha, longas filas de pessoas que correram para obter baterias, água engarrafada, mantimentos e combustível lotavam as ruas, enquanto muitos cortavam árvores ao redor de suas casas e procuravam amarrar objetos e selar suas janelas. Em um supermercado lotado em Miami Beach já era difícil encontrar alguns itens básicos, como água. Prateleiras inteiras ficaram vazias.

Tempestade José

Outra tempestade tropical se formou nesta terça-feira no Oceano Atlântico, ameaçando também as ilhas do Caribe. A tempestade José se formou no Atlântico, a leste do furacão Irma.

O Centro Nacional de Furacões (NHC) americano não emitiu nenhum a costeiro em relação a José, que neste momento se encontra a cerca de 2.420 quilômetros das Pequenas Antilhas. A tempestade se move na direção oeste-noroeste a 20 quilômetros por hora, com ventos de até 65 km/h, informou. Espera-se que ganhe força nas próximas 48 horas e se torne um furacão até a sexta-feira

Fonte: Veja
Notícias na web © 2017
Melhor visualizado na resolução 1024 X 768
Desenvolvido por:
Doway - Soluções Dinâmicas Web