Domingo, 24 de Setembro de 2017
Twitter Notícias na Web
Blog Notícias na Web

Falta de trabalho atinge 26,3 milhões no 2º trimestre, diz IBGE

17/08/2017 - Economia
Número indica a subutilização da força de trabalho no país, e inclui desempregados, pessoas em condições de trabalhar, e trabalhadores com pouca atividade

 O número trabalhadores subutilizados foi de 26,3 milhões no trimestre encerrado em junho. No trimestre anterior, o montante era de 26,5 milhões. As informações são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) divulgada pelo IBGE nesta quinta-feira.

O dado inclui desempregados, pessoas em condição de trabalhar e empregados que trabalharam menos horas do que poderiam.

Segundo o IBGE, a redução de cerca de 200.000 pessoas no período é considerada uma estabilidade na subutilização, em vez de uma queda nesse indicador. “A subocupação subiu e a desocupação caiu. Ou seja, o mercado contratou mais pessoas subocupadas”, avaliou Cimar Azeredo, coordenador de Trabalho e Rendimento da instituição.

A taxa composta de subutilização da força de trabalho passou de 24,1%, no 1º trimestre para 23,8% no 2º trimestre de 2017.

Desocupação

O número de pessoas que procuraram trabalho, mas não conseguiram, foi de 13,5 milhões no 2º trimestre – 13% da população em idade de trabalhar. A maior taxa foi registrada na região Nordeste (34,9%) e a menor na região Sul (14,7%). Houve queda em 11 das 27 unidades da federação no período.

Dentre os estados, os piores resultados em relação ao aproveitamento da força de trabalho foram vistos no Piauí (38,6%), Bahia (37,9%) e Maranhão (37,7%). Na outra ponta, estão Santa Catarina (10,7%), Mato Grosso (13,5%) e Paraná (15,9%).

Fonte: Veja
Notícias na web © 2017
Melhor visualizado na resolução 1024 X 768
Desenvolvido por:
Doway - Soluções Dinâmicas Web