Sexta-Feira, 24 de Novembro de 2017
Twitter Notícias na Web
Blog Notícias na Web

PF faz operação contra desvios de R$ 40 milhões em confederação

06/04/2017 - Denúncia
Cinco pessoas ligadas à entidade de esportes aquáticos foram presas e há quatro mandados de condução coercitiva

 A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira, a Operação Águas Claras, que apura desvios de 40 milhões de reais em verbas destinadas à Confederação Brasileira de Desportes Aquáticos (CBDA). Segundo a PF, há suspeitas de que os valores públicos recebidos através de leis de incentivo ao esporte eram “mal geridos ou desviados para proveito pessoal dos investigados”.

As denúncias de corrupção partiram de atletas, ex-atletas e empresários do ramo esportivo. A Polícia Federal cumpriu cinco mandados de prisão, quatro de condução coercitiva – quando a pessoa é obrigada a depor – e dezesseis de busca e apreensão, todos emitidos pela 3ª Vara Criminal Federal de São Paulo. Os mandados foram cumpridos em São Paulo e no Rio de Janeiro

A nota da PF ressalta que, apesar de a CBDA ser uma entidade privada, ela tem convênios com o Ministério do Esporte, além de receber patrocínio estatal através dos Correios. Dessa forma, seus representantes têm a obrigação de obedecer à Lei das Licitações e, caso a quebrem, devem responder como funcionários públicos. Além desta implicação, os investigados também vão responder por peculato e associação criminosa.

A CBDA é uma entidade vinculada ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Entre os esportes que ela gere no Brasil estão natação, pólo aquático, maratonas aquáticas, saltos ornamentais e nado sincronizado. Procurada, a assessoria de imprensa da CBDA não foi encontrada para comentar a Operação.

Fonte: Veja
Notícias na web © 2017
Melhor visualizado na resolução 1024 X 768
Desenvolvido por:
Doway - Soluções Dinâmicas Web