Sexta-Feira, 24 de Novembro de 2017
Twitter Notícias na Web
Blog Notícias na Web

Diferença salarial entre homens e mulheres voltou a subir em 2013

17/06/2015 - Espaço Mulher
Naquele ano, homens receberam, em média, R$ 2.334,46 e as mulheres, R$ 1.855,37, o que representa uma diferença de 25,8%. Em 2012, hiato era de 25,3%

 A diferença salarial entre homens e mulheres voltou a aumentar em 2013, segundo o Cadastro Central de Empresas (Cempre), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, nesta terça-feira. Naquele ano, homens receberam, em média, 2.334,46 reais, e as mulheres, 1.855,37 reais. Ou seja, o salário das mulheres era equivalente a 79,5% do salário dos homens. A diferença, que havia recuado entre 2011 e 2012 (de 25,7% para 25,3%), voltou a aumentar entre 2012 e 2013, passando para 25,8%.

No geral, os salários e outras remunerações pagos por essas empresas naquele ano totalizaram 1,3 trilhão de reais, e o salário médio mensal foi de 2.127,73 reais, o que representa um aumento real (descontado a inflação) de 3,7% - mulheres tiveram aumento real de 3,5%, e homens, de 3,9%.

Em 2013, no âmbito empresarial, 57% do pessoal ocupado assalariado eram homens e 43%, mulheres. De 2012 para 2013, o aumento do número de mulheres (4,2%) foi superior ao de homens (3,1%). A participação feminina foi maior na administração pública (58,9%) e nas entidades sem fins lucrativos (55,1%), enquanto nas empresas a maior parte dos assalariados eram homens (62,3%).

Escolaridade - Por nível de escolaridade, em 2013, apenas 18,5% das pessoas ocupadas assalariadas possuíam nível superior. A participação do pessoal ocupado assalariado sem nível superior predomina nas entidades empresariais (88,9%), no entanto, a participação daqueles com nível superior vem aumentando em todos os tipos de organizações, sendo mais expressiva na administração pública (42,1%).

A diferença salarial entre os níveis de escolaridade diminuiu de 215,0% em 2012 para 209,8% em 2013. O pessoal ocupado assalariado com nível superior recebeu, em 2013, em média, 4.726,21 reais, enquanto o pessoal sem nível superior, 1.525,36 reais.

O Cempre avaliou 5,4 milhões de empresas e outras organizações formais ativas em 2013. Estas ocupavam, em 31 de dezembro, 55,2 milhões de pessoas, sendo 47,9 milhões assalariado e 7,3 milhões na condição de sócio ou proprietário.

(Da redação)

Fonte: Veja
Notícias na web © 2017
Melhor visualizado na resolução 1024 X 768
Desenvolvido por:
Doway - Soluções Dinâmicas Web