Sábado, 23 de Setembro de 2017
Twitter Notícias na Web
Blog Notícias na Web

Três passos para disfarçar a ressaca

14/02/2015 - Dicas
O corpo pode até estar pedindo arrego, mas o rosto jamais deve demonstrar que a noite passada foi regada a muita bebida. Se ela é inevitável, a gente te ensina

 Enfim, o Carnaval chegou. Serão quatro dias de festa e, para muitos, muita bebida. Uma cerveja aqui, outra vodka ali. Depois parte pro whisky, e volta pra cerveja. Os dias passam e você nem percebe. Afinal de contas, já acorda com o barulho da latinha abrindo. E então, quando menos se espera chega a quarta-feira de cinzas e é preciso trabalhar, mesmo que se arrastando.

 

O problema é olhar para o espelho. O susto! O rosto inchado e as olheiras parecem terminar no pescoço. Exageros à parte, chegar ao escritório com a cara de quem bebeu todas não é nada agradável. Mas, calma, estamos aqui (também) para isso.


Os estragos têm motivos
Segundo Lívia de Andrade Bessa, dermatologista do Centro Dermatológico Giovanni Bojanini, em São Paulo um dos motivos da ressaca é o acetaldeído, substância proveniente do metabolismo do álcool e que chega a ser até 30 vezes mais tóxico às células do que o etanol. “A maioria dos sintomas da ressaca é por consequência da exposição prolongada das células ao acetaldeído, o que provoca uma espécie de inflamação generalizada do organismo“, a.

 

Outro motivo bastante comum para as sensações nada agradáveis da bebedeira é a queda da glicose sanguínea, mais conhecida como hipoglicemia. “Como as enzimas do fígado estão ocupadas metabolizando o etanol, o corpo tem uma queda no nível de glicose para o cérebro e outras regiões do organismo. Com isso, surgem os sintomas de fraqueza e mal-estar”, completa Carla Albuquerque, dermatologista de São Paulo e membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).


Já a terceira razão, e também muito importante, é a desidratação. Isso acontece, pois o etanol inativa no cérebro a produção do hormônio antidiurético, ou ADH, um dos principais mecanismos de controle da quantidade de água corporal. “Quando ele é inibido, a maior parte de líquido que passa pelos rins acaba sendo eliminado na urina, que costuma ser bem clara após consumo de bebidas alcoólicas. Esse efeito diurético leva à desidratação, que causa os sintomas de boca seca, sede, dor de cabeça, irritação e câimbras”, afirma Carla.


Truques antirressaca
Para tentar esconder a cara de quem se esbaldou o feriado todo, separamos algumas dicas infalíveis para ninguém descobrir o verdadeiro beberrão que você é. Confira!


1° Passo: alimente-se bem
No dia seguinte, a fome nem é tanta, mas só de pensar em preparar algo já bate uma preguiça. A solução? Se enfiar no lado sombrio do armário em busca daquele pacote de salgadinho recheado de sódio e gordura trans. Parece uma tática infalível, mas saiba que perder alguns minutos preparando algo pode ajudar, e muito, na recuperação. “O fígado é também responsável pela metabolização da gordura, portanto, ele terá que se dividir entre as toxinas de alimentos pesados com as do álcool”, aponta Lívia. Por isso, o ideal é investir em comidas de fácil digestão, como saladas, frutas e carboidratos, que são responsáveis por dar energia ao organismo, e pode apostar, ele precisará de todo o gás possível para metabolizar a quantidade de drinks consumidos.
 

2° Passo: Faça uma dieta detox
A ingestão de líquidos é mais do que recomendada, já que o corpo está completamente desidratado e precisa de dois litros de água. Para ajudar a atingir este valor – e também dar um tapa na cara da ressaca – uma ótima escolha é o suco detox. “Eles aumenta a disposição, melhora o sistema imunológico, o sono, ajuda no controle de peso e no melhor funcionamento  de pulmões, rins e fígado, que estará enlouquecido trabalhando”, ensina Mila Moraes, nutricionista clínica esportiva da Academia Balance Fitness, no Rio de Janeiro. Quer a receita? 


Suco antienjoo

200 ml de água de coco
1 fatia grossa de abacaxi ou laranja ou limão
3 folhas de hortelã
Gengibre e gelo a gosto

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador e consuma imediatamente.

As frutas usadas contêm vitamina C, que melhora o sistema imunológico e deixa o corpo mais resistente. Já a hortelã alivia o mal-estar, devido à sua função anestésica. A água de coco hidrata e ajuda na eliminação de resíduos, e o gengibre é um potente anti-inflamatório que ameniza problemas estomacais, como enjoo e náuseas.
 

Suco energético

300ml de água
1 banana média
1 col. (sopa) de amaranto ou aveia
3 ameixas sem caroço
3 pedras de gelo

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador e consuma imediatamente.

A aveia, o amaranto e a ameixa é rica em fibras e carboidratos de rápida absorção o que dará um gás para o fígado continuar trabalhando rumo ao fim da ressaca, e também para acabar com aquela cara de cansaço.
 

Suco diurético

1 fatia de melancia ou 2 fatias de abacaxi
3 talos de salsão
Gengibre a gosto
3 pedras de gelo

Modo de preparo:
Bata no liquidificador e consumir em seguida. Não precisa coar.

A melancia e o abacaxi ajudam na retenção líquida promovida pelos excessos. O gengibre é um potente anti-inflamatório que ameniza problemas estomacais, como enjoo e náuseas. Já o salsão é rico em vitaminas B12, C, A e K, contribui para a melhora no sistema imunológico, evitando resfriados. Além disso, ajuda no controle da pressão arterial, através do ácido fólico, que mantém o coração forte.

Fonte: Globo
Notícias na web © 2017
Melhor visualizado na resolução 1024 X 768
Desenvolvido por:
Doway - Soluções Dinâmicas Web